Arquivo do mês: julho 2017

A realidade desafia a estratégia atual da Petrobras

Retorno sobre vendas

Neste artigo, em cooperação com o economista Cláudio Oliveira, avaliamos criticamente a mensagem do Diretor Nelson Silva aos funcionários da Petrobras. Desenvolvemos um contraponto em relação a estratégia corporativa da Petrobras sob o comando de Michel Temer e Pedro Parente.

Insistir na atual estratégia de focar na produção de petróleo cru e privatizar os ativos que aumentam seu valor é confrontar a realidade. Mais sensato é mudar a estratégia, agregar valor ao petróleo, interromper a venda de ativos e preservar a atuação corporativa integrada, o que garante a geração de resultados diante da variação dos preços do petróleo. Enfim, é preciso entender a realidade, mudar o plano estratégico e parar de enfrentar desnecessários desafios auto impostos. Ao invés de errar no planejamento, culpar a realidade e insistir no erro esperando que a realidade mude, é melhor compreender a realidade e mudar o rumo estratégico. Leia mais

Anúncios

A energia é o meio e a Petrobras é a chave para o desenvolvimento soberano do Brasil

Artigo escrito para compor o livro “Geopolítica e poder: Brasil, uma potência mundial energética? ” da editora da Escola Superior de Guerra (ESG)

O petróleo é uma mercadoria especial, na medida em que não tem substitutos em equivalente qualidade e quantidade. Sua elevada densidade energética e a riqueza de sua composição, em orgânicos dificilmente encontrados na natureza, conferem vantagem econômica e militar àqueles que o possuem. Leia mais