Petrobras 2018: ataque privatista hipócrita e defesa nacionalista

Na disputa pela renda petroleira, por meio do petróleo do pré-sal e dos ativos da Petrobrás, a hipocrisia é utilizada para que o interesse privado e antinacional prevaleça sobre o bem da maioria dos brasileiros e o desenvolvimento do Brasil.Leia mais

Anúncios

Vídeo: “Quem ganha e quem perde com a política de preços da Petrobras”

Produzido pela AEPET, a partir de documentos e artigos da associação e colaboradores, apresenta as consequências da política de preços dos combustíveis inaugurada por Pedro Parente, em outubro de 2016. Conheça quem ganha e quem perde com a estratégia adotada para as refinarias da Petrobrás e a política para os preços dos combustíveis ao consumidor brasileiro. Assista aqui


Situação e perspectivas da Petrobras e pré-sal, entrevista ao Outras Palavras

Concedida ao editor Antônio Martins, trata da situação das reservas do pré-sal e das perspectivas para a Petrobras diante da troca de seu comando a partir de 2019. Para assistir a apresentação e a entrevista na íntegra clique aqui.


Velocidade da produção do pré-sal e capacidade de investimento da Petrobras

Fig

Qual a velocidade ideal para a produção do petróleo brasileiro? Qual a capacidade da Petrobrás para investir na produção e agregação de valor ao petróleo cru brasileiro? Leia mais


Pré-sal: novo ciclo de tipo colonial?

O petróleo do pré-sal foi descoberto há doze anos e já produz mais de 1,5 milhões de barris equivalente por dia. No Mar do Norte foram necessários 50 anos para alcançar o mesmo patamar de produção. Um sucesso, diante das declarações de que o pré-sal só existia na cabeça dos políticos, de que era inviável de ser produzido com as tecnologias da Petrobras, de que era necessário capital e tecnologia estrangeiros ou de que os custos seriam inviáveis.

Os entreguistas perderam todos os argumentos, hoje apelam e dizem que o petróleo é um mico, recurso sem valor que precisa ser entregue às multinacionais estrangeiras e produzido a toque de caixa enquanto tem algum valor. Leia mais


Vídeo: Petrobras é a maior vítima de “fakenews” da História do Brasil (parte 2 de 2)

Vídeo produzido a partir do artigo homônimo, escrito em cooperação com o professor Gilberto Bercovici que está disponível aqui. Esta é a segunda das duas partes da edição em vídeo.


Vídeo: Petrobras é a maior vítima de “fakenews” da História do Brasil (parte 1 de 2)

Vídeo produzido a partir do artigo homônimo, escrito em cooperação com o professor Gilberto Bercovici que está disponível aqui. Esta é a primeira das duas partes da edição em vídeo.